UMA ILUSTRADORA NO CANADÁ PARTE 1: UM PLANO SEM PLANO E AS MALAS

kansas_canada

Quem me conhece sabe o quanto o planejamento é uma etapa fundamental no meu processo criativo. Chegou a beirar a neurose. E eu vivo falando disso no Curso de Ilustração, sempre indico porque é o que funciona pra mim. Bom, eis que há dois anos, eu e meu marido decidimos que nos mudaríamos para o Canadá e que viveríamos o sonho torontense. E nos planejamos muito, no mais profundo segredo e arcando com as consequências de furar saídas com amigos e ficar dois anos sem tirar férias, trabalhando feito loucos para juntar o máximo de moedinhas. Bom, mas o que interessa aqui é o quanto esse tipo de escolha e mudança de rumos da vida, afetará mi vida di ilustradora.

O que tenho a dizer ainda é muito pouco, vago. Até porque pelo excesso de trabalho (ou negação), olha só que coisa – não consegui me planejar e pesquisar sobre como é trabalhar com ilustração por aqui. Sim, com certeza vamos continuar atendendo nossos clientes tupiniquins na Borogodó, tem a Lojinha também e isso é uma coisa ótima. Mas falemos a verdade que não tem muito sentido mudar para outro país e não provar o gostinho de saber como o jogo funciona aqui nessas bandas. Então tudo está sendo feito aqui, ao mesmo tempo e agora – com aquele frio na barriga, diferente de quando comecei a ilustrar, mas continua sendo frio, hermano.

Ah e tiveram as malas. Episódio especial para você ilustrador. No meu caso, já tinha selecionado com antecedência quais os livros que eu levaria e tava me achando a pessoa mais bem resolvida da terra. Eu batia no peito: “prefiro deixar todas as minhas roupas, do que deixar meus queridinhos do desenho”! Só os preferidos e essenciais, os top 10. Também selecionei os sketchbooks e peguei um canudo extra-forte de papelão pra trazer alguns rafes do coração/originais. Estojo de lápis, canetas. Aí como eu realmente estava pensando muito positivo ao fazer as malas, achei que conseguiria levar as minhas revistas de ilustração, assim como aquelas que publicaram meu trabalho (afinal vou querer rever isso quando for velhinha). O que é uma pessoa iludida né?!

O resultado foram duas malas que extrapolaram o peso em 10kg e a cena era euzinha no meio do aeroporto com as malas abertas, selecionando rapidamente o que mais pesava, desmanchando todo aquele Tetris e ligando pra amiga (beijos Vá) aos prantos para buscar o “pequeno” excesso. Tchau revistas, tchau alguns livros. E tchau dignidade, porque tenho certeza que meu cofrinho estava aparecendo.

Depois de 3 semanas essas coisas ainda estão na mala e achar um lápis virou uma pequena vitória. Neste momento estou escrevendo este post numa mesinha minúscula e velha, no nosso lar temporário, com o Sérgio estirado num canto, desconfiado. Eu só olho pra ele e penso: É Sérgio, I’ve a feeling we’re not in Kansas anymore. 

Beijos e queijos

Video-aula 5 dicas de portfolio ilustradora Clau Souza Estúdio Borogodó

Clau Souza

Ilustradora há 10 anos e está a frente do Estúdio, Lojinha e Cursos Criativos da Borogodó. Durante a sua caminhada pela estrada de tijolos amarelos da ilustração já teve a felicidade de estar em grandes publicações da área, como Lürzer's Archive, Zupi e Computer Arts. Desconfia seriamente de pessoas que não gostam de cores e tem pavor de palhaços (mas já teve que desenhar alguns).

More Posts - Website

Outros posts que você vai gostar!

31 comments

  1. Mudanças bruscas, mesmo planejando dão um frio louco na barriga, mas quando a gente caminha fora dos caminhos normalmente trilhados dá medo, mas os resultados são muito mais legais! – Segundo a Elizabeth Gilbert no livro “Grande Magia”, vida criativa requer coragem (Lê que faz um bemmmm)

    Olha pro Sérgio e aproveita esse frio na barriga conjunto, porque também dá a sensação de ganhar o mundo junto também!!! <3

    1. SUCESSO por ae CLAU…eu tb breve estarei saindo da nosso Brasil Varonil…sera um novo recomeço…um restart…Mas assim que é baum né… aquele friozinho na barriga perante ao desconhecido …BJAO CLAU e um Abração pro Sergio.

  2. embora eu tenha uma vida sussa e bem resolvida por aqui, tenho vontade de largar tudo e pirar em lugar diferente. Acho q faz parte da aventura. quem sabe… que tudo por ai seja duc pra vcs! abs!

    1. Faz parte sim Nei! Eu sou suspeita pra te falar, mas super apóio a mudança! Acho que a gente melhora muito e nossa olhar muda, pra sempre! Não tem preço, né?! :*

  3. Você vai amar o Canadá! Morei em Vancouver, e hoje meu coração já é metade canadense. Tem tanta inspiração em um lugar só! Aproveita muito, vai ser uma experiência incrível,

    1. Aaai que chiquérrima vc! Será lindo siim e vou contar tudo por aqui (e sinta-se a vontade pra mandar os seus lugares preferidos, que eu to com uma lista gigante aqui, pq né?! haha)! bjão procê

      1. Claro! Restaurante também vale ? haha Você precisa conhecer o The Old Spaghetti Factory, é uma delícia, é um restaurante com comida italiana, o ambiente é incrível, parece cenário de filme, super inspirador e aconchegante!Não deixa de experimentar o famoso Tim Hortons também e as timbits, são um clássico. Se puder dar um pulinho em Vancouver você não pode deixar de conhecer Gastown, é um charme só, todo mundo pra ver o relógio, além do Stanley Park que é lindo, e dentro dele tem uma parte dedica aos indígenas e tem um aquário lindo.E tem mais, viu ? English Bay, Capilano Brigde Park,Granville Island, as montanhas (Cypress mountain, Grouse Mountain, Whistler). Em Toronto a CN Tower! Como apaixonada por ilustração e aspirante a ilustradora, inspiração não falta e você vai pegar uma das épocas mais bonitas, o Natal, fica tudo lindo e em alguns lugares tem festivais natalinos e com fogos, sem contar o Halloween que já é um acontecimento por ai. E as lojas também trazem inspirações, em algumas você vai ver coisas diferentes, ilustrações em embalagens, decorações, livros, em tantos lugares e sempre com um olhar diferente.

        Falei demais, né ? haha Aproveita muito, tenta conhecer o máximo de cantinhos que puder, tenho certeza que seu coração vai virar metade canadense!

  4. Que coisa boa! Morei em Toronto por um ano, estudando Design Management. Fazer algum tipo de curso na área é ótimo para conhecer outros profissionais e até ser chamada para dar aulas. Good luck!

  5. Boa sorte nessa nova etapa! Eu também sou ilustradora ( iniciante) e estou indo morar em Montreal no início de 2017. Por favor, compartilhe as suas descobertas sobre o mercado de trabalho canadense!

  6. Ahhh! Que maravilha. Tomará que você conquiste as terras canadenses assim como conquistou o BraZil! Agora que você é gringa já pode até escrever Brasil com Z.
    Muito sucesso para vocês.
    Um dia faço minhas malas também.
    bj

  7. Clau, torcendo muito muito muito por vocês, que o novo lugar traga muita felicidade. Pede pro Sérgio segurar a barra.

    Abração

  8. Foi-se a dignidade, tenho certeza de que meu cofrinho estava aparecendo…..kkkkkkkk Só vc mesmo Clau 🙂

    Pelo menos o Sérgio não voltou no excesso de bagagem…..rs
    Mas afinal, porquê a mudança? Foi tipo “quero conhecer o país e a cultura”, ou algum convite de trabalho, voltar com bagagem internacional, etc….?

    Sucesso na nova empreitada, eu morei 4 anos fora do país e sei como é complicado no início, mas depois que as coisas se ajeitam, você vê que vale a pena 🙂

    1. Então Edu, inclusive Sérgio foi num espaço vip na minha mala de mão. Ele não aceitaria ser despachado.
      Na verdade a mudança foi por vários motivos, mas principalmente para ter mais bagagem em relação ao mercado internacional mesmo! Vamos ver como desenrola haha!

      bjãoo

  9. Sucesso nessa empreitada gringa! Continue nos alimentando com seu bom humor e talento!
    Chato saber que o Sérgio tb está tão distante snif snif snif.. fazer o quê,,

  10. Vcs estão fazendo o que muita gente não tem cofrinho (em todos sentidos) pra fazer! rsrsrsr..Tudo de mara! Já deu certo! Bjos <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *